Constelações Familiares

A constelação familiar é uma terapia sistêmica breve, que tem como objetivo analisar a questão colocada pelo cliente e levar ao seu esclarecimento ou a uma possível resolução.

É fundamentada no trabalho do alemão Bert Hellinger, que utiliza um método baseado no psicodrama, introduzido por Moreno, na técnica de reconstrução familiar de Virginia Satir e na física quântica, representada pela teoria dos campos morfogenéticos de Rupert Sheldrake.

São três as leis que regem o trabalho de constelação: o pertencimento, ou seja, todos tem direito a pertencer ao sistema familiar, a hierarquia, os nossos antepassados e aqueles que vieram primeiro merecem respeito e honra e o equilíbrio de dar e receber, para atingir uma relação harmoniosa.

A repetição de histórias que são vivenciadas pela família de origem são transmitidas por diversas gerações, trazendo problemáticas naquilo que não foi elaborado pelo núcleo familiar. Assim, a constelação tem um caráter transgeracional e a cura dá-se pelo acolhimento e reconhecimento do passado.



Os Cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar os nossos serviços, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização. OK | Mais informações